Igreja do Carmo

Braga

Igreja do Convento do Carmo localiza-se na cidade de Braga, e faz parte do Convento dos Carmelitas. O atual edifício começou a ser edificado em 4 de novembro de 1654, e a ser utilizado no ano seguinte.


Em 1898, a fachada da primitiva igreja estava muito degradada e em 1906 ameaçava ruína, pelo que se iniciaram obras de restauro entre 1908 e 1911 que alteraram profundamente a fachada do edifício, num projeto do arquiteto João de Moura Coutinho de Almeida e Eça.


Mais recentemente começaram as obras de recuperação no interior, com a substituição dos azulejos em tons azuis de padrão geométrico de inspiração floral que estavam danificados, tendo a Diera desenvolvido uma solução personalizada de colagem, específica para os requisitos da obra.


A solução desenvolvida foi uma cola de base cal, utilizada no processo de recolocação dos azulejos. A solução de colagem pouco agressiva foi desenvolvida tendo em mente a eventual necessidade de intervenções de restauro e limpeza no futuro, e permite uma fácil remoção dos azulejos, evitando assim danos às peças de elevado valor patrimonial.

saber mais ++

Casa dos Coimbras

Braga

Localizada em pleno Centro Histórico da cidade de Braga, e adjacente à Capela com o mesmo nome, a Casa dos Coimbras tem a sua origem num palacete erguido no século XVI como residência para eclesiásticos e adquirido por D. João de Coimbra, provisor da Mitra de Braga.


Em 1906 o palacete foi demolido, tendo os elementos arquitectónicos manuelinos sido preservados para a reconstrução do edifício em 1924, do lado oposto da rua, em continuidade com a capela. Atualmente o espaço funciona como Bar e Restaurante.


Para a reabilitação das paredes exteriores do edifício, foi necessária a remoção de todos os elementos não consolidados nas áreas mais degradadas, e aplicação do Promotor de Aderência Aditek P. Após a execução das fachadas com Diera RV Plus foi feito um barramento armado com Diera TH Therm, e acabamento areado com a argamassa de revestimento final Diera RV Fino.


O revestimento decorativo final foi executado com Primário Acrílico Disolcryl e as Tintas Aquosas de alta qualidade Diera Tincryl/Texcryl.

saber mais ++

DIERACOLOR

JUNTAS DE COR

DIERACOLOR CR 

Argamassa cimentícia para o rejuntamento de peças cerâmicas de qualquer tipo e formato, no interior. Para juntas de 1 a 12 mm de largura.


DIERACOLOR CR FLEXÍVEL 

Argamassa cimentícia para juntas melhorada, para o rejuntamento de peças cerâmicas de qualquer tipo e formato, no exterior. Para colmatar juntas de 3 a 15 mm de largura.


DIERACOLOR CR AQUA 

Argamassa cimentícia para juntas, para o rejuntamento de peças cerâmicas ou pedras naturais, para piscinas, zonas com humidade contínua ou muito elevada e exteriores. Para colmatar juntas de 2 a 8 mm de largura.


DIERACOLOR CR RÚSTICA 

Argamassa cimentícia para juntas melhorada, de acabamento areado para juntas entre 5 e 20mm, em interior e exterior. Ideal para betumação de juntas largas no interior e exterior e em pavimentos de tráfego intenso.

saber mais ++

DIERA TINCRYL

Tinta aquosa para a proteção e decoração de fachadas

Tinta aquosa de alta qualidade desenvolvida a partir de resinas acrílicas puras, com elevada resistência à intempérie.


Especialmente indicada para a proteção e decoração de fachadas, apresenta boa resistência à alcalinidade e ao aparecimento de fungos.


Apresenta uma boa retenção de cor, durabilidade e resiste à retenção de sujidades já que a película formada é isenta de pegajosidade.


Utilizada no sistema DIERATHERM+ (ETICS), homologado pelo LNEC com a decisão DH 932 e ETA 14/0363.


Para rebocos areados ou estanhados no exterior;

Bom rendimento: 8 a 12 m2/Lt/demão;

Acabamento mate e textura lisa; 

Disponível em baldes de 1,5 e 15 Lt.

saber mais ++

DIERA TC R4

Argamassa para a reparação estrutural do betão

Argamassa monocomponente tixotrópica com fibras, para a reparação da integridade estrutural do betão armado classe R4 (segundo NP EN 1504-3:2006), preenchimento de vazios, fissuras, lacunas de revestimento, cantos de pilares, e regularização de superfícies de betão ou argamassa.


VANTAGENS

- Elevadas resistências mecânicas iniciais e finais;

- Elevado módulo de elasticidade para a transferência de cargas;

- Retração compensada;

- Resistente a ciclos de gelo-degelo e à carbonatação;

- Proteção da armação contra a corrosão;

- Alta aderência sem utilização de primário;

- Permeável ao vapor de água;

- Eficaz tanto em superfícies verticais como horizontais;

- Eficaz tanto em interior como em exterior.

saber mais ++






Recuperar login